JAIR MESSIAS PILANTROCRATA BOLSONARO – IDIOTA INÚTIL DE LÍNGUA FÉTIDA E FERINA…

Jair Bolsonaro ex-terrorista de extrema direita desvestiu a carapaça de santo messias que usara para ganhar as eleições presidencial e atacou criminosa e despudoradamente a jornalista MÍRIAM LEITÃO, numa total inversão de valôres, dela que foi (e é) pilar moral e combatente tenaz e valoroza pela democracia, e que sofreu mesmo estando grávida aos 19 anos de idade, torturas insanas perpretadas por militares e policiais do DOPS durante a nefasta ditadura militar;

O asqueiroso falastrão agora fantasiado de presidente da república somou ao seu currículo político repugnante o envergonhamento dos governadores nordestinos e de toda a população da região, tratando-os como se fossem ralé refugada, inservível, imprestável.

Antes já havia mentido desbragadamente dizendo para a imprensa internacional que não havia fome no Brasil.

O sacripanta em menos de um ano de desgoverno nada fica a dever aos outros presidentes pilantrocratas imorais e desonestos que o antecederam. Se não bastasse, em nova inversão de valôres modificou a bel-prazer, nomenclatura política que renega o nepotismo: quer emplacar o filho número dois como Embaixador dos Estados Unidos, escroque que tem a seu favor como prova de competência diplomática , dotes culinários bem específicos de fazer pizza e sagadinhos. Bolsonaro quer, portanto, inventar a EMBAIXADA GOURMET À BRASILEIRA, à guiza de puxadinho presidencial brasileiro para esconder da Lava Jato o filhão PIZZAIOLO, enquanto ao mesmo tempo, exortará a gula filial a comer filé mignon a nossa custa.

Bolsonaro definitivamente não gosta de mulheres da imprensa. Será enrustimento causal? Não sei dizer. Quem o conheça que tire as conclusões. No passado, enquanto era ativo terrorista e envergava a farda de oficial do então glorioso exército revolucionário brasileiro, no caso da Adutora do Guandú, RJ, ameçou de morte uma jornalista da Globo News, por ter sido denunciado por ela, que ele pretendia explodir a barragem daquela adutora.

Se o povo não reagir pra valer, e obrigá-lo a ser um presidente do bem e honesto, o Brasil será transformado numa nova republiqueta militar nada ficando a dever a Rússia, Cuba e Venezuela!

FC

Desabafo de uma jovem senhora decepcionada com a Saúde no estado de São Paulo

Sentindo-se perplexa e tudo mais de ruim que se pode sentir aqui em São Pedro – não é Prefeitura de São Pedro?

por Alessandra Ednir Martinelli dos Santos Beja

Gostaria de saber como uma cidade turística tem um atendimento tão péssimo? A Santa Casa só atende alguns convênios e os médicos da UPA 24h (parece que só tem 1 sempre) são péssimos. Demoram para atender e ficam passeando no corredor. A equipe de enfermagem é horrível e grosseira e o ambiente é imundo. Como a população pode pagar tanto imposto e ter um sistema de saúde tão precário?
O Prefeito usa isto aqui? Os filhos do Prefeito usam este local quando estão doentes? O Governador está mais preocupado com canudinho de plástico e segunda vegana. O presidente está mais preocupado com o filho ser embaixador e em assistir jogo de futebol do que com o povo que o elegeu. Políticos não valem absolutamente nada, pagam o Einstein e o Sirio com o nosso dinheiro, enquanto nós pastamos feito gado.
Parem de idolatrar político, chamar um homem comum de mito ou um ladrão de guerreiro. Mitos e guerreiros somos nós, pais e mães, que temos que nos desdobrar em mil para fazer render um salário de merda, pagando impostos astronômicos, e conseguir ter caráter e moral suficientes para ensinar que o correto ainda vale a pena. Que país de última categoria. Que povo conivente, cúmplice e sem-vergonha. 99% dos profissionais, seja de saúde, ou qualquer outro ramo, são incompetentes e folgados e sem educação.
Se existisse um ranking de países com o pior nível de empatia e respeito, nós estaríamos entre os primeiros.

Presidentes da República no Brasil são escroques políticos das palavras empenhadas…

– freiconvento –

Sim, é verdade!

Em nenhum deles pode-se confiar. Bolsonaro, o atual presidente falastrão e imoral, nada fica a dever aos governos do PSDB, PT e PMDB (atual MDB), quando se trata de comprar deputados federais e senadores da república. Numa canetada asquerosa Jair Messias Bolsonaro comprou votos um dia antes da votação para aprovar a reforma da previdência pela bagatela de 1 bilhão e 135 milhões de reais, à guiza inocente no formato de emendas parlamentares.
Também não esqueceu de dar (se não bastasse ter comprado toda a bancada religiosa contida no pacote bilionário) bônus-carícia a bancada protestante, isentando-a de prestar contas da arrecadação pecuniária à RECEITA FEDERAL a cada três meses, devendo fazê-lo só anualmente;
Por último, agora mancomunou-se com o antigo meio-desafeto presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para aprovar seus projetos chamando-o de “nosso general” dentro da Câmara.

É o Brasil de pernas para o ar e o trazeiro arreganhado para as imoralidades bolsonarianas, entre outras!

FC

Jair Bolsonaro se concede a glória do movimento do dia 30 de junho; Sérgio Moro que se exploda

“VIDA DE GADO: POVO MARCADO, POVO FELIZ!”

O cara manhoso está separando do joio oposicionista, a boiada que o segue, transformando-a em “gado marcado”

freiconvento

O que se lê nas entrelinhas da fala de Jair Bolsonaro após a manifestação nacional de 30 de junho:
Meu povo, sou um aboiador humanitário. Quem estiver comigo não passará fome ou qualquer outra necessidade. Observe o gado que vive confinado. Comida a vontade. Remédios e veterinários a tempo e à hora. O rebanho não vive ao relento (machos, fêmeas e filhotes). Quero e vou transformar o Brasil num grande curral. Minha boiada sequer sofrerá a dor da marcação do ferro em brasa que conterá um bê maiúsculo em 3D, como marca de propriedade do meu governo: Saibam todos que o ferro em brasa que marcará suas ancas será precedido de anestésicos veterinários. Também não lhes faltará os antolhos com minha foto em relêvo. Uma vez por quinzena para evitar estresse faremos rodeios onde serviremos muita forragem e água. Gado de bucho cheio se diverte muito. Unidos faremos inveja aos circos romanos da antiguidade cujos expectadores iam ao delírio regados a água não tratada e pão dormido (sobra das mesas dos senhores e das majestades).
Jair Bolsonaro é melhor ator dissimulado do que presidente. Não se dignou a falar sobre o ex-juiz federal e atual Ministro da Justiça e da Segurança Pública, doutor Sérgio Moro. Na verdade Bolsonaro quer que seu ministro afunde de vez no escândalo que protagoniza com o procurador Dalton Dallagnol. Explicavelmente Moro segue firme aguentando puxavantes de orelha e sofrendo costumeiras humilhações presidenciais. Tem o firme propósito de sair candidato a Presidente da República em 2022. Nesse caminho tortuoso tornou-se blindado contra todas as provações que ora passa. Por outro lado o presidente Bolsonaro sabe que está no mato sem cachorro; que terá Sérgio Moro como sério concorrente ao pensamento bolsonariano de concorrer e ser reeleito a presidente da república. Acontece que o ministro Moro já era estrela na Lava Jato bem antes de Bolsonaro sair candidato a candidato presidenciável. Embora a grandeza do brilho estrelar do ex-juiz esteja momentaneamente um tanto ofuscada, até 2022 terá recuperado a confiança dos admiradores de seu trabalho como juiz federal isento e capaz. Essa possibilidade, desde já, conduz Jair Messias Bolsonaro ao desespero. No imbróglio das delações do jornalista Glenn Greenwald, as quais atingem em cheio Sérgio Moro, imoral e desonestamente Jair Bolsonaro torce ao lado da oposição para que o ministro Sérgio Moro caia em desgraça!

FC

Quadrilhão criminoso PARTIDO DOS TRABALHADORES, vulgo PT, retorna à tentativa de restabelecer  santificadamente a imagem do bandido contumaz condenado pela Justiça a cumprir pena de prisão de nove anos e meio, LUIZ INÁCIO INÁCIO LULA DA SILVA

freiconvento

PT se arvora como a mais nova Tribuna Eclesiástica do mundo ocidental e beatifica o pária de Caetés, Garanhuns-PE, nascido, segundo ele mesmo, “pobre paupérrimo miserável e analfabeto, de mãe, assim como ele, nascida pobre paupérrima miserável e analfabeta”, como ente ímpar da iconofilia brasileira.

A romaria com vistas à eleição presidencial em 2018 começou pelo nordeste, berço de figuras religiosas geralmente veneradas como deuses vivos, qual justamente e não por simples coincidência, é o caso dele, o Lula.

Autoatribui a santificação com a realização de grandiosos e contundentes milagres: acabou com a fome e a miséria das populações desassistidas onde esmoleres passaram a “consumir à mesa filé-mignon” todos os dias; na outra ponta por reação inercial criou desemprego nas indústrias de fármacos. Explico: População de barriga cheia e saúde de primeiro mundo não necessita de vitaminas e complementos alimentares. Logo por falta de demanda de doentes famélicos tais drogas não se fabricariam mais… Mas não deixou os novos sem-emprego entregues à sorte madrasta. Há o Bolsa-Família. A consecução milagreira se faz presente. Como empregados de laboratório ainda passavam certa necessidade. A dignidade não estava completa. Agora premiados-dependentes de programa social (sinônimo de fartura à mesa), foram elevados a categoria dos que se empanturram do tal filé.
Lula argui nos seus torvelinhos de idéias maquiavélicas que o próprio Cristo representante de Deus não foi capaz de realizar tanta proeza. Mas não tripudia integralmente Dêle. E confessa: É verdade que Jesus em nome de Deus aqui e ali trouxe algum alento para uns poucos privilegiados, escolhidos a dedo. Mas é fato que o místicismo imponderável tem novo patrono: O cara-novo-deus dono do poder absoluto no Brasil e no mundo não mora no céu. Nunca morou. Mora em São Bernardo, SP, num apartamento comprado milagrosamente pela multiplicação em tempo recorde da pouca grana que declarou ter à Receita Federal. Multiplicação que estava para seus poucos ganhos tal e qual a bíblica multiplicação dos pães e peixes, cuja sobra – enfatizou – sobrou um dinheirinho bastante pra comprar o triplex no Guarujá e o sítio em Atibaia, todos em São Paulo…

Antonio Palloci, ex-braço direito e ex-ministro de Lula, e ainda ex-ministro de Dilma Rousseff, especialista ao lado de Lula em corrupção ativa e passiva, sabedor das entranhas do PT e do lulo-petismo, reconheceu abertamente que o PT já não é un partido político. Extrapolou o limite do ético-legal e galgou o patamar seitico-religioso. Isso mesmo: Virou uma seita religiosa. Como não existem seitas religiosas sem deuses, não deu outra: São Luiz Inácio Lula da Silva, à revelia do Vaticano é o santo semi-deus-mártir brasileiro, quiçá do mundo!

FC

P.S.: Há rumores de uma beatificação também em vida de uma tal de Dilma…