Deputado Jean Wylliys lidera movimento gay e quer exterminar o cristianismo

 O professor Jean Wyllys, ex-BBB, atual deputado federal pelo PSOL-RJ, lançou uma campanha para combater o cristianismo histórico que não admite homossexualismo.

Tenta combater o que considera preconceito com o mesmo veneno que o maltrata psicologicamente. Na página do seu Twitter, tem insistido que a religião cristã é mal sem cura, que cristãos são homofóbicos. Não bastasse, apregoa no mesmo site que o cristianismo induz os ignorantes a violência do fanatismo bíblico sagrado.

Pretende eliminar a influencia maléfica observada naqueles que não aceitam opção diferente, que não a forma heterossexual de relacionamento entre casais. Única forma de união aceita pelas igrejas cristãs, portanto.  

O tema é melindroso. Difícil de discutir. Wyllys investe em contrariar a Constituição quanto ao direito de expressão e da liberdade religiosa. Tomou para si a liderança gay nacional gratuita a qualquer custo e consequência.

É conduta idiota, fruto do inesperado sucesso repentino e vertiginoso que o tornou celebridade da noite para o dia, e da imaturidade parlamentar.

Tenta instituir na casa do povo um novo regime social, o de transformá-la em lugar reservado somente para gays, admitindo sem qualquer constrangimento ou resistência moral, natureza diversa da sua; perversões inomináveis.

Não lhe interessa uma convivência pacífica entre os pares heteros e os diferentes. É o novo dono da verdade no quesito das opções transsexuais.

FC.

12 comentários em “Deputado Jean Wylliys lidera movimento gay e quer exterminar o cristianismo

  1. Esse é o novo ROBESPIERRE, do séc. 21????? Voltamos a época das TREVAS????? Liderada por um herege,acéfalo, falando Blasfêmia?????/ O qu””NOITE DE S. BARTOLOMEU????? Com quanta filosofia se exprimiu Mme. Roland ao ser guilhotinada como prêmio às suas lutas pelas verdadeira liberdade. “”O’ liberdade”, diz a heroína, quantos crimes se cometem em teu nome!”

    Curtir

  2. o PT que entregar o país nas maos do crime organisado, do omosexualismo, da pedofelia, e do
    lesbianismo, o movimento omosexual nada mais é do que um ato de prostituiçao descontrolado
    que visa inverter os valores matrimonias familiar, verdadeiros inimigos da verdade se esse mal nao for barrado logo, em teremos pedofelia uso de drogas liberados, ato omosexual é imoral e prostituto!!!
    e o PT esta por tras de tudo isso.

    Curtir

  3. Defendo a democracia por que é a opção política, junto com o socialismo cristão, que se assemelha aos preceitos do Cristianismo. Portanto, mesmo não concordando com a homosexualidade, respeito e defendo os direitos civis de todos os cidadãos, incluindo os homossexuais. Não julgo os homossexuais, pois não cabe a mim julga-los, o julgamento cabe a Deus. Mas tenho o direito, como cidadão e cristão, de não concordar com o homosexualismo, a bíblia já os condena. Devo amar o meu irmão como a mim mesmo, sem distinção, é que Jesus nos ensinou. Porém este amar é platônico é um amar em espírito, procurando evitar preconceitos, porém, não significa que devemos aceitar e/ou estimular este pecado diante das leis de Deus (Bíblia Sagrada). O que o deputado – O professor Jean Wyllys, ex-BBB – propõem é absurdo ele quer – para atender aos desejos de uma minoria e se promover é lógico, mudar os preceitos cristãos, quando pleiteia mudar a orientação cristã de não aceitar o homosexualismo. Esta proposta, que margeia ao nazismo, e a reação tranquila e ordeira dos cristãos, apenas confirma que temos orientação para a paz, pois, esta mesma declaração “heterofóbica” e anti cristã”, deste parlamentar inconsequente, se fosse proferida em países onde a orientação religiosa fosse extremista, certamente, haveria uma reação bem mais contundente e agressiva. Não podemos misturar religião e política, não devemos desrespeitar as crenças religiosas (que preguem o amor e o respeito) e o livre arbítrio, desde que, não seja a pratica de crimes. Portanto, devemos nos movimentar e impedir que idéias (nazistas , fascistas, etc.) anti-cristãs, sejam livremente disseminadas por parlamentares, artistas, professores, etc. mau intencionados e/ou preconceituosos. Não tenho formação jurídica mas acredito que esta declaração anti-cristã, do Sr. Deputado Jean Wyllys, se for confirmada, é, no mínimo, um flagrante crime de PRECONCEITO RELIGIOSO e possivelmente QUEBRA DE DECORO PARLAMENTAR.

    Curtir

  4. Da mesma forma senhores “cristãos” serao voces tratados dessa forma. Pq se vcs acham que Deus é um Ser que se interessa mais na carcaça (corpo que abriga um espírito (o de DEUS) que por sua vez não tem sexo) do que no interior de cada um (caráter; dignidade; honestidade; amor ao próximo) então vocês estao se condenando ao esquecimento. Pq Deus não liga para quem não liga para os seus semelhantes. Sou gay e sou cristão e tenho o apoio do meu Pai para dizer estas palavras aos senhores que se acham donos da verdade.
    Amor – significa que é incondicional. Não é restrito a gays ou heteros. Se Deus é amor, quem são voces para dizer quem Deus deva amar ou não. Devo lembrar que vocês são apenas criação e, portanto, incapazes de realizar julgamentos quanto ao que deve ou não ser aprovado por nossos representantes. Se o Jean foi eleito e está na camara dos Deputados é porque uma parcela da sociedade (ainda que seja minoria) tem força suficiente para que ser ouvida e dessa forma ajudada.
    Concordo com os caros quando dizem que não se deve misturar política com religião, a religiao defende uma opção de crença a uma parcela da sociedade que escolhe ser de tal religião. a política visa defender o direito de TODOS (cirtãos ou nao; gays ou não; homem ou mulher) e portanto tem que ser discutido e tratado igual para TODOS.
    Vocês ao se acharem melhor que os não cristãos ou aos gays automaticamente estao se excluindo da promessa de DEUS que é para todos.
    Vai um conselho para os senhores: Dalai Lama (líder espiritual) foi humilde o suficiente para reconhecer que não deveria fazer parte de brigas políticas. Por acaso os senhores acham que esta atitude dele foi errada? Ou que ele não é digno de ser apontado como um exemplo? Por acaso Deus se acha melhor do que agente? Ou ainda, Ele manda os cristãos incitar e criar contenda com seus semelhantes? Lembrem-se que da mesma forma como tratares um par aqui na Terra será vós tratados com a mesma consciência.
    Um abraço

    Curtir

  5. O que o deputado – O professor Jean Wyllys, ex-BBB – propõem é absurdo ele quer – para atender aos desejos de uma minoria e se promover é lógico, mudar os preceitos cristãos, quando pleiteia mudar a orientação cristã de não aceitar o homosexualismo.
    .OLHEM O QUE A BIBLIA DIZ : Levítico 18:22-23″ Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é; Nem te deitarás com um animal, para te contaminares com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; confusão é.”

    Curtir

  6. Jean Wyllys, nao sabe o q esta fazendo, quando criança nao tinha um prato de comida para comer quando teve era, so farinha e pimenta, a mae trabalhava em casa de familia, e hj vivem “bem” por que ele deu uma casinha em um bairro mais ou menos.
    Ja ouviram desse ditado” Quem brinca com Deus Morrem” , pois Jean Wyllys, esta mexendo com Deus nao com os Cristão.

    Curtir

  7. Quanta mentirada e desinformação juntas!?!: E isso num site que se diz cristão. Se querem caçar demônios e fantasmas comecem então com osque estão dentro de cada um vocês (ou já são todos santos???). Só porque ele é gay e defende o direito de sê-lo, fazem essa essa campanha infâme? E isso que ficar citando literalmente a Bíblia é muito furado; ou vamos querer aplicar as penalidades do Deuteronômio ??? A interpretação sempre está presente, queriamos ou não. A Igreja deveria falar mais de Cristo do que de outras coisa, não é verdade?

    Curtir

    1. As opções sexuais devem ser repeitadas, assim como as convicções religiosas. Cada cultura tem seus dogmas sociais e religiosos, ou seja, entendimentos da verdade de uma sociedade. É justamente a falta de respeito a este direito universal do homem que geram os conflitos. Portanto, para convivermos em paz, é só entender que: “os direitos de um individuo encerram quando inicia os direitos do outro” pode até ser “utopia, mas seria um mundo muito melhor. Qualquer tipo de radicalismo é perigoso.
      “[…] Todos têm direito a igual proteção contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação.” (Declaração Universal dos direitos Humanos – ONU 1948).

      Curtir

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s