Eu sou um heterossexual assumido

http://www.cfcvirtual.com.br/blog/?p=66 (Renato Costa)

  — Meu desejo é gritar isso ao mundo. Não admito que riam de mim por isso, nem que me condenem. Eu sou heterossexual.

Gostaria de deixar isso claro porque, aparentemente, nossa sociedade vive uma mudança radical de valores. O heterossexual anda reprimido, descartado. Tudo e todos gritam em prol da homossexualidade. Tantas vezes vi héteros se sentirem mal pela postura que tomam. Eu não. Eu sou assumido.

Discordo piamente dos que maltratam os gays, dos que espancam os homossexuais e desprezo os que os agridem como animais ou seres portadores de anomalias. Entretanto, isso não tira o meu direito de defender a minha posição. Eu sou heterossexual.

Não suporto a ideia de ter que me amoldar àquilo que é contra os meus princípios. Para mim, homem é homem, mulher é mulher. Não existe meio termo. Eu sou homem. Nasci homem. Fui criado como homem. Vou morrer homem.

Por isso eu não apoio passeatas, leis e kits que venham a me acanhar nessa minha posição. Por causa disso que eu repudio o incentivo à certas práticas. Por isso eu escrevo esse artigo.

Engraçado. Nunca vi kits contrários ao “bullying” contra os gordinhos, os negros, os índios, os magros, os altos, os baixos, os desengonçados, os ruivos. Nunca vi aulas que incentivassem uma criança com vídeos em que um homem e uma mulher se abraçavam e se beijavam apaixonadamente, nem que um homem dissesse: “quando crescer eu quero ser mais homem do que sou”.

A pouco tempo atrás uma criança aprendia a respeitar o deficiente físico e o amiguinho com necessidades especiais, o coleguinha cuja melanina era diferente da dele e as diversas culturas do mundo.

Hoje em dia, não. Hoje em dia ele tem que aprender a respeitar o homossexualismo.

Me entristece ver que estamos sutilmente inculcando cada vez mais a sexualidade na cabeça de nossas crianças. Me sinto responsável em protestar contra esse incentivo vil e contaminador.

Para mim toda essa história de homofobia está começando a se tornar uma síndrome. Um verdadeiro pânico. Nunca vi um homossexual ser acusado como o vilão da história. Sempre vítimas.

Ao meu ver, a síndrome da homofobia domina a nossa sociedade. A consequência: a grande massa se cala e a minoria a reprime. Por isso o meu manifesto. Eu sou um heterossexual assumido! E não vou deixar de o ser por pressão, por leis ou por incentivos da mídia. Não vou ser acanhado nem vou me deixar levar por novas tendências. Eu sei o que sou. Sou um heterossexual.

Renato Costa (ex-aluno CFC)

8 comentários em “Eu sou um heterossexual assumido

  1. Abíblia nos diz q “o diabo anda rugindo, buscando a quem possa tragar”, e é verdade. Seus secretários são escritores de novelas, notadamente da Globo, q nos passam todo o lixo de suas mentes deformadas. São adultérios, homocídios, falcatruas, desrespeitos aos pais, homosexualismo. Tomei tanto nojo de novelas q me sinto mal quando alguém diz “minha novela”. Tenho visto lares sendo desfeitos, jovens abortando, desrespeitos aos encanecidos, menores notívagos, funkeiros, palavrões em alta escala, tudo isso em decorrência das novelas q não é só privilégio da Globo, as outras Emissoras também não ficam para trás. A Palavra de Deus diz q não devemos retirar a vara na educação da criança, mas o governo tirou dos pais o pátrio poder de governar seus próprios filhos e o q estamos evidenciando? CÁOS MORAL em toda a sua esfera! Muita coisa ainda teria a dizer, mas vou ficando por aqui. Muito grata.

    Curtir

  2. Esse garoto foi de uma infelicidade nas declarações… Impressionante!
    Ele deveria estudar mais o assunto, ele é o típico bitolado.
    Não sou gay, mas sou a totalmente favor da igualdade entre os seres humanos. E infelizmente em nossa sociedade machista os gays precisam de leis específicas e protetoras, para que assim, haja a igualdade.

    Curtir

  3. O artigo está muito bom! Parabéns! ;D

    E para o comentário do Paulo, uma resposta:
    se mostrar sua posição sobre algo é ser ignorante, eu digo: Eu sou uma ignorante assumida!😉
    na verdade, se for assim, todos nós somos, pois temos opiniões diferentes, e jamais concordaremos em tudo com outra pessoa.

    Mas se for levar para o lado real da coisa, os Ignorantes são aqueles que não aceitam a opinião alheia sobre todo tipo de assunto, e acabam rotulando alguns, do que eles próprios são, como é seu caso ^^
    cuidado, boy ;*

    Curtir

  4. “Nunca vi kits contrários ao “bullying” contra os gordinhos, os negros, os índios, os magros, os altos, os baixos, os desengonçados, os ruivos.”

    E qtas vzs vc viu alguém ser espancado até a morte por ser gordo, magro, alto, baixo, desengonçado ou ruivo? A inexistência de agressões organizadas e sistemáticas contra essas pessoas explica a inexistência de políticas públicas para evitá-las, é óbvio. Ninguém investe contra um problema inexistente.

    Já no caso dos negros e índios, se vc nunca viu suas ações afirmativas, justifica a posição de quem o tachou de ignorante, afinal o q são os movimentos negros e indígenas, os dias em comemoração a essas etnias, senão formas de chamar a atenção para as questões de preconceito q essas pessoas sofrem pelo simples motivo de terem nascido? A própria FUNAI é uma iniciativa governamental para garantir os direitos de parte de nossa população q está em condição de inferioridade em relação ao pensamento dominante.

    E aí aparece quem quer reclamar pq não tem um dia só seu, uma organização exclusiva para defender seus interesses, como se a própria estrutura e mentalidade da sociedade não fosse voltada para atender aos interesses dos homens brancos de 20 a 60 anos.

    É o cúmulo do egocentrismo essa gente q já tem todas as condições sociais voltadas para o pleno desenvolvimento de seu próprio umbigo reclamar pq outras pessoas legalmente possuidoras dos mesmos direitos sociais exigem condições de exercê-los em pé de igualdade!

    Isso é o mais puro sentimento de inferioridade. Sentindo-se menos macho q o macho ao lado, esse tipo de gente mal-acostumada procura alguém em quem descontar sua insegurança, e do alto de sua obtusidade e falta de imaginação, escolhe logo o alvo mais óbvio: os movimentos homossexuais q se articularam para ter sua voz ouvida com uma coragem q ele próprio nunca soube ter.

    Curtir

  5. Lá no começo da Bíblia sagrada, Deus criou o homem, e vendo que ele estava só, criou a mulher. Deus não criou um homem para outro homem, nem uma mulher para outra mulher.
    Para mim, o que passa depois da palavra de Deus provem do malígno, que está no mundo para matar, roubar e destruir.

    Curtir

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s