Chico dá largada para novo disco com música inédita

Jotabê Medeiros, Estadao.com.br
– Chicólatras do mundo todo congestionaram hoje o site de Chico Buarque, à espera da primeira música do novo disco de inéditas do cantor em cinco anos. A primeira canção colocada no site foi a toada Querido Diário, homônima de composição de João Bosco e Aldir Blanc (1980). Muitos levaram horas para se cadastrar (a reportagem do Estado só conseguiu pelo meio da tarde). Os responsáveis alegaram problemas no servidor. Quase meio milhão de pessoas viu o vídeo no Facebook.
Eduardo Nicolau/AE
Eduardo Nicolau/AE
Chico anunciou que celebrará o blues e a bossa, “sem esquecer o samba”

A pré-compra pela internet (chicobastidores.com.br, R$ 29,90) dá a vantagem ao comprador de receber o disco no dia 22 de julho. O álbum, intitulado Chico, possui dez faixas. Segundo anunciado, tem participações de João Bosco em Sinhá; de Thais Gulin em Se eu soubesse; e Wilson das Neves em Sou eu (de Chico e Ivan Lins e sucesso na voz de Diogo Nogueira). Chico anunciou que celebrará o blues e a bossa, “sem esquecer o samba”.

O cantor divulgou vídeo com mensagem desajeitada, mortalmente tímido. “Oi! Eu sou o Chico… Buarque. Aqui eu tô lançando um disco novo… Vou começar tudo de novo, tá?”, iniciou, para concluir aos tropeços. “Aqui vocês vão encontrar informações sobre o disco que eu estou lançando – eu estou lançando um disco. A ideia é todo dia botar alguma coisa nova: um video, uma gravação, um depoimento de algum músico, uma coisa inédita. Não entendo muito disso, mas eles dizem que a ideia é essa, manter você interessado. E se não quiser também…”.

Querido Diário mostra Chico com a velha pegada poética. Versos simples conduzem a conclusões existenciais sofisticadas – André Luiz Câmara, no blog Esquinas e Quintais, lembrou muito apropriadamente que o compositor parece se referir à saga de Pigmalião, escultor cipriota que se apaixonou por uma das imagens femininas que esculpiu. “Por uma estátua ter adoração/Amar uma mulher/Sem orifício”, é o trecho.

O feminino, como Chico prometeu, perpassa toda a canção, incluindo também os recentes embates sobre o estupro e o recrudescimento do machismo nas redes sociais. “Não bato nela não bato/Nem com uma flor/Mas se ela chora/Desejo me inflama”, diz outro trecho.

LETRA INÉDITA

Querido Diário

Chico Buarque de Hollanda

“Hoje topei com alguns conhecidos meus/ me dão bom dia cheios de carinho/ dizem pra eu ter muita luz, ficar com Deus/ eles têm pena de eu viver sozinho. Hoje a cidade acordou toda em contramão/Homens com raiva, buzinas, sirenes, estardalhaço/De volta a casa na rua/Recolhi um cão/Que de hora em hora me arranca um pedaço/Hoje pensei em ter religião/De alguma ovelha talvez, fazer sacrifício/Por uma estátua ter adoração/Amar uma mulher/Sem orifício/Hoje afinal conheci o amor/E era o amor uma obscura trama/Não bato nela não bato/Nem com uma flor/Mas se ela chora/Desejo me inflama/Hoje o inimigo feliz veio me espreitar/Armou tocaia lá na curva do rio/Trouxe um porrete e um porreta mode me quebrar/Mas eu não quebro não/Por que sou macio, viu?”

Um comentário em “Chico dá largada para novo disco com música inédita

  1. Eu tinha até certa admiração pelo Chico Buarque,mas depois do apoio político que ele prestou há canditadura da Dilma, perdeu todo encanto.Respeito pessoas que amam este país de verdade,e não pessoas que se vendem.

    Curtir

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s