Pernambuco, terra de mortos vivos; terra de ressuscitação onerosa aos cofres públicos

 – É isto mesmo. Quase 2.000 mortos renasceram e voltaram a bater ponto nas repartições públicas estaduais e municipais. Um trem zumbí pagador foi convocado para efetuar pagamento das folhas salariais, um somatório de quase R$ 11 milhões. Causa horror esse festival vampírico patrocinado pelo descaso  com o erário dos governantes pernambucanos. Todos encabeçados a partir do mau exemplo da gestão pactual criminosa de sua excelência governador Eduardo Campos (PSB-PE). A coisa é tão estapafúrdia a ponto de um único ressuscitado-servidor receber catorze pagamentos do estado e de alguns municípios, concomitantemente. As informações partem do TCE-PE, referentes ao biênio 2010-2011. 

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s