Funcionária do Senado mordida por rato foi personagem de escândalo

(Congresso Nacional está sob ataque de roedores. Senado teve de realizar controle de pragas de emergência)

Difícil combate O Senado fez operação contra ratos no recesso – (Sergio Lima/Folhapress)

O Congresso Nacional está sob ataque de ratos – e agora não apenas daqueles de terno e gravata que com frequência são pilhados traçando dinheiro público. Os roedores da vez são irracionais e, em pleno recesso, com a maioria dos parlamentares longe de Brasília, resolveram dar as caras. No Senado, foi preciso realizar uma operação de emergência. Agentes do serviço de controle de zoonoses foram acionados na semana passada para fazer uma varredura nas dependências da casa. O sinal de alerta se acendeu depois que uma funcionária, Patrícia Nóbrega, foi mordida no pé enquanto trabalhava. Ironicamente, a vítima da rataria conhece bem as práticas subterrâneas do Senado. Em 2008, ela esteve envolvida em um escândalo de nepotismo. Patrícia e outros cinco parentes ocupavam cargos de confiança no Senado por indicação da mãe dela, Edilamar Nóbrega, então chefe de gabinete da liderança do PMDB e figura da mais extrema confiança do notório senador Renan Calheiros. Na ocasião, descobriu-se que até o caseiro da família recebia salário como contínuo do Sanado, embora desse expediente longe de lá. Todos foram demitidos, inclusive Patrícia, que voltou depois, por concurso. Pelo visto, ratos de verdade não gostam de certas comparações.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s