Em Brasília celerados aceleram o legislar em causa própria

Enquanto dona anta chefa não entender que faxinar não quer dizer afrouxar a coleira das raposas diante do galinheiro o qual é o produto final da transformação do erário nesta balaiada de injunções ministeriais, seus pupilos diretos ou à sua ordem, continuarão a meter a mão no dinheiro da nação a seu bel prazer.
Deputados tornados ministros, assinaram sem o menor constrangimento vultosos cheques para distribuir com os soldadinhos compradores de votos e consciencia, oirundos das  emendas e propostas que idealizaram enquanto só deputados. A anta indivertidamente, aliás um espelho de seu criador, não pensou que as boiadas podiam estourar… Elas tem nome: Ministerios da Agricultura e do Trabalho. Seus titulares imoral e desavergonhadamente, Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS), Brizola Neto (PDT-RJ), juntos já liberaram verbas no valor de 3 milhões de reais para os apadrinhados visando o proveito maior que é eleger em suas bases o maior número possível de candidatos para lastrear mantendo ou aumentando o número de cadeiras nas prefeituras e câmaras do país. Leia-se PT e partidos conluiados, blindando cada vez mais a súcia nefasta da corrupção política brasileira. Segundo o Estadão, Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), que é do  partido do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que também preside o partido, “reservou fatia generosa de recursos destinados por sua pasta para agraciar, em ano de campanha, projeto apadrinhado pelo seu filho, o deputado federal Fernando Bezerra Coelho Filho (PSB-PE), candidato à Prefeitura de Petrolina”, em Pernambuco.
A anta em determinado instante de crise, aparentou ter arriado a pesada cangalha imoral que seu partido (PT) impõe. Mas não teve força moral para manter a tomada de posição cujo rumo apontava para a lavagem moral do que está errado. E o resultado não se fez esperar…
Manda quem pode, obedece quem tem juízo. Lula e Zé Dirceu continuam a por as cartas marcadas. A anta baixou a cabeça!
FC

3 comentários sobre “Em Brasília celerados aceleram o legislar em causa própria

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s