Rede Globo tem poder: presidanta Dilma Duchefe capitula e se ajoelha diante da novela Avenida Brasil em Salvador-BA

Vai ser forte assim nos quintos do PT

É inacreditável que o cidadão brasileiro tenha a Rede Globo como referência para qualquer evento importante ou mesmo quando “a coisa” em questão seja de menos valia que é o caso do presumido comício petista de sexta-feira próxima no bairro Cajazeiras X, na capital da boa terra, quando a anta-em-chefe à custa do erário brasileiro dará as caras – literalmente – para pedir voto para prefeito para o candidato de sua legenda. Não creio que entre as atribuições oficiais de um chefe de estado tenha a rubrica Pedir Votos. Tampouco entendo que seja ético esse tipo de atitude.

No frigir dos ovos, a aparição de um líder diante de uma plateia orquestrada para determinado fim, nada mais é que impor vontades. É contrariar o pensamento legítimo do incauto que se presta a se deslocar para esse tipo de circo mambembe por completo desconhecimento do que seja praticar a cidadania. Nesta o pressuposto indica que é preciso um mínimo de coragem moral para resistir ao assédio corruptor ou assemelhado de quem quer que seja.

Aliás, pessoa do bem não alicia os fracos e oprimidos. Tampouco mascara promessas vãs com o único intuito de levar o mal até o cidadão; de cortar a língua daqueles que as penas registram as falcatruas, os “mal feitos”, os desvios de conduta de quem está obrigado a ter moral ilibada, os desmandos, as intrigas venais compactuadas às vezes com juízes corruptos e ladrões tanto quanto os políticos que os usam etc.

O palanque-circo de Salvador vai extrapolar o enchimento do usual carrinho de compras, os quais no passado, só continham os ingredientes “pão insosso e circo sem lona e razão de ser”. A compra de voto reinará descaradamente, não importando a forma ou que seja meramente imaterial. A compra da consciência do eleitor tem preço, tem consequência gravíssima. Não bastasse, cerceia a liberdade desse mesmo eleitor comprado,  de exigir seu direito. Extingue sua voz. Veemência só tem prática aceita quando parte dos políticos bandidos nas negativas diante de denúncias.

O desespero da turma do PT diante de uma muito provável perda da prefeitura para o adversário político engendrará a mesma síndrome rolante a partir de agora no Recife, capital onde a derrota inconteste no primeiro turno para o PSB de Eduardo Campos, humilhou os candidatos Humberto Costa (prefeito) e João Paulo (vice).

De nada adiantou Lula meter o bico exigindo do eleitor que votasse nele. Sim. Nele, Lula; sim, nele Dilma. O povo pernambucano-recifense cansou do papel que representava diante das mentiras do São Sebastião não canonizado, salvador dos necessitados.

Lula, dentro do PT, em contraponto a sua agonia, já não é mais venerado como santo de menor poder ofensivo. Segundo disse em alto e bom tom, Marta Relaxe e Goze Suplicy, a mais nova ministra comprada por Dilma para apoiar Haddad em São Paulo, Jesus Cristo ficou pequeno diante dele. “Lula agora é um deus”…

Ao comparar Jesus Cristo e DEUS Nosso Senhor, ao profanante descalabrador, enviado da felonia, da enganação, dos idiotas, dos bandidos, Marta fere não só os princípios cristãos, como todo aquele que crê em DEUS independentemente da religião ou credo a que professe.

Melhor seria que pessoas desse tipo se isolassem do convívio social e fosse representar suas ideologias nefastas e nefandas, nos quintos do inferno, digo, nos quintos do PT.

 

FC.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s