Coisas da vida

No passado do gangsterismo norte-americano, a polícia não conseguia pegar ou prender Al Capone. Escapava sempre. Fosse pelas brechas da lei, fosse pela parte corrupta da própria polícia, ou falta de provas etc., até que foi pego pelo Imposto de Renda.

No presente brasileiro acontece o mesmo com Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula. A justiça eleitoral não sabe nada que o desabone, a PF não tem forças para quebrar-lhe a blindagem vinda da própria corporação, e que o encouraça de dentro pra fora.

Mas eis que agora temos a Lei Maria da Penha.

Por pouco, muito pouco, Lula não foi pego em flagrante ao agredir verbalmente em alto e bom som num incidente doméstico no Palácio da Alvorada, dia 10, antes do jantar, sua criatura, Dilma Rousseff.

Segundo o jornalista Gerson Camarotti, de O Globo, a descompostura de ambos os lados foi tão alta, intensa e consistente que até as carpas que lagueiam o Palácio da Alvorada ficaram em estado de choque.

A rebelada criatura estava p. da vida. Cansada de ser pau-mandado durante os 12 anos de subserviência institucional, quis dar o basta no malandrão geral da república tupiniquim. Ufa. Finalmente!

Lula, cuidado. Se Dilma der queixa contra você, não tem como escapar. Maria da Penha veio pra ficar. Tem de ouvir grito calado; sem dar um pio. Afinal de contas, tem um ditado que diz: Lei é pra ser cumprida!

É a pura verdade. Ou não?

 

FC

Um comentário em “Coisas da vida

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s