Homem, quase-homem; Mulher, quase-mulher.

Once Upon a Time

Uma Deputada Federal e um também  Deputado Federal pertencentes e eleitos para singrar no antro agremiativo “CurruPTus  du Puder”, facção e sociedade criminosa que abriga puderosos e puderosas sem pudores, ética, ou vergonha na cara, proporão,  embora não tenham chegado ainda a senso comum, mudar a nomenclatura e rubrica médica para adaptar os termos de conduta operatória a sexualidade dos machões que usam o esgoto biológico como processador do entra-e-sai-penianus-sexual.

A dúvida cruel e atroz se prende aos contrapontos do pensar meio-feminino versus o pensar de uma quase-mulher.  Mas enfim: Sociedades Médicas, SUS, correlatos etc., rubricam o ato de recompor o portal ou atriovaginal como cirurgia do perineo; no projeto dos dois membros inominados já citados, partícipes da Casa do Povo (Congresso Nacional em Brasília), na atual legislatura, pretende ele(a), quase-mulher, anexar o termo “CURINEO” para recomposição das pregas anais seja por uso sexual excessivo, mau uso (pênis ou artefato excessivamente grossos diametralmente) ou ato violento não consentido, ainda que desejado.

A colega partidária está reticente quanto ao neologismo em virtude de querer minimizar nos fonemas para ajudar a economizar tempo, papel, tinta, energia elétrica, em conformidade ao novo programa do governo federal.

Ela entao propôs para a quase-mulher, apenas anexar a “perineo”, “cu”. Dessa forma leva a discussão para o outro lado. Literalmente.
Perineo passaria  a ser “pericurineo”, termo comum de dois.

Quase-mulher não gostou. Conflita o desejo de impor  o neologismo como reconhecimento  e oficialização que estende para  quatro os gêneros antes e arcaicamente reconhecidos como macho e femea. A proposta a ser imposta na lei e na marra (tradição familiar e religiões que se fodam) determina: homem, quase-homem; mulher, quase-mulher.

Talvez pudessem discutir “curiperineo”, afinal a iluminada e brilhantissima idéia, partiu dele(a), quase-mulher.

Com a palavra os congressistas sexo-ativos, sexo-passivos, sexo-enrustidos, heterossexuais, bissexuais, sexo-liberais, corruptos, ex-tudo, condenados, indesdecentes;  decentes probos, impolutos…

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s