Chantagem versus Chantagem – Humor Negro em Forma de Conto, da série Era Uma Vez Numa Certa República…

Começa a briga:

Após vergonhosa compra de congressistas a peso de ouro, Focinho de Cadela Bull, jogou Corrupto do Cunhão, contra a parede.Quase nocauteado, o velho ordeiro evangélico de conduta ilibada, e ameaça viva para a matilha de raivosos de certo partido político hegemônico, o qual no princípio do propinoduto de certa prospectora petrolífera, rendia-lhe apoio e homenagem conjugando o verbo falcatruar no   incondicional, agora quer foder sua alma a partir da saída do esgoto da latrina cloacal…

Segue a briga:

Cadela vestida com a farda vermelha tomada de assalto de uma charlatã mascarada à Songa Monga, segura firme a cabeça do pau do Cunhão e taca-lhe uma patada nos culhões.De imediato há o revide, e antes que Cunhão desmaie de tanta dor, violentamente acerta um chute bicudo na periquita de Cadela e de quebra ainda enfia-lhe cinco dedos no cu.

Estranho grito ecoou esplanada acima e abaixo…

Sabe-se que um deles gritava o grito dos urrantes sem causa, curtindo muito a contragosto os horrores da intensa dor que o consumia.

Pergunta:

Quem entre os dois gemeu o gostoso gemido do prazer dos aguilhões da carne…?

Resposta:

O prazer foi de quem ganhou a primeira batalha no tapetão. Gozou mais não engravidou. Cu não engravida!

FC

2 comentários em “Chantagem versus Chantagem – Humor Negro em Forma de Conto, da série Era Uma Vez Numa Certa República…

  1. Baixo calão nada! Baixo calão é a situação que estamos vivendo no país nas mãos de uma quadrilha muito bem articulada e organizada de fazer inveja a muitos grandes do crime organizado no passado internacionalmente. Baixo calão é assistir todo dia na TV, cidadãos honestos morrendo nos corredores dos hopitais e pra finalizar, baixo calão é ter que suportar a omissão das FFAA que não nos dão um mínimo de alternativa ou de esperança de tirar essa corja do poder, que ela mesma que ela mesmo por covardia ou não sei o que, não fizeram o trabalho completo, permitindo que continuassem vivos e hoje …

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s