A corrupção desmedida do Partido dos Trabalhadores atingiu a estratosfera.

Mas tudo indica que ainda não chegou a qualquer limite. Exemplo disso é que entre mandantes petistas espalhados em cargos estratégicos – eletivos ou não, da administração pública, alguns acham que não dá mais pra continuar no covilato petista.

Quando você assina com o PT como líder de fato, fica subentendido que as normas de condutas são impositivas, dogmáticas, pétreas, imutáveis: Corromper sempre!

Diante de resistências, tomar no grito;

Ante uma surdez, tomar a força de ameaças ou agressões físicas, dependendo da reação do admoestado.

Fernando Haddad, o desvairado prefeito de São Paulo, parece querer tomar juízo. Quer se redimir do malfeitista que é – ou que foi.  Anda dizendo nas entrelinhas verbal, escrita e televisada, que nunca é tarde para voltar a ser honesto. Não é. Mas tem de pagar as dívidas morais e pecuniárias contraídas direta ou indiretamente, na justiça e fora dela.

Haddad subiu ao mais alto telhado paulista. De lá gritou aos quatro ventos do mundo, a intenção transformada em atos, de deixar o covilato petista. Já sondou outro partido político e talvez até tenha consultado (a intenção é fato) com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, PMDB (SP).

A debandada petista continuará além de Haddad e daqueles que o antecederam. Há certo código de ética excepcional? Parece que sim. Corromper, ou se deixar corromper, faz bem enquanto não degringola em escândalos ou possibilidade de responder criminalmente.

Estar no poder para a turma do Movimento Petista LESA-PÁTRIA é prazer viciante superior à sensação de domínio sentido por usuários de drogas do mais alto teor de efeitos, e de feitos alucinógenos.

Os escândalos do mensalão e do petrolão ( e outros que o governo Lulo-Dilma está tentando impedir de vir a tona), indica, na parte de Fernando Haddad, que o sonho de permanecer no poder, já está insônia. Pode se transformar em pesadelo.

Para ele voltar a disputar a prefeitura paulista ou qualquer outra eleição, tem de se livrar o quanto antes da peja de petista. O que antes era status, agora é pejorativo.

FC

#PT #PMDB #PSDB #Lula #Dilma #Fernando #Haddad

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s