VANDA PATRÍCIA LUIZA DU CHEFF

Parece o nome de uma realeza. Poderia ser não fosse esse composto, vários codinomes de uma perigosa terrorista e assaltante de bancos, e segundo o texto abaixo não assinado a girar na internet, hoje é conhecida não pelos vulgos, mas pelo nome dito verdadeiro de DILMA VANA ROUSSEFF, presidente da república brasileira, ainda em exercício formal embora não governe. Sim. Ela desgoverna!

O texto não assinado: “No dia 6 de outubro de 1968, após assalto à mão armada ao Banco Banespa da Rua Iguatemi, em São Paulo, a assaltante vulgarmente conhecida como Dona Vanda, usando técnicas de terrorismo e portando um revólver de calibre 38 em mãos, conseguiu fugir com seus comparsas, roubando a vultosa quantia de 80 mil Cruzeiros Novos, valor que trazido para março de 2016, seria de aproximadamente R$ 690 mil. Um roubo do patrimônio do brasileiro.
O crime do assalto ao Banco Banespa em outubro/68 foi um grande sucesso para a quadrilha de terroristas, pois comparado ao de dois meses antes, quando no dia primeiro de agosto, o mesmo bando, numa tentativa frustrada de assalto ao Banco Mercantil de São Paulo, fugiu sob tiros, sem levar um centavo sequer, deixando para trás dois comparsas. Um seriamente ferido e o outro morto. Na ocasião, Dona Vanda era conhecida como Patrícia.
Dois anos depois, em 16 de janeiro de 1970, a terrorista (então chamada Dona Luíza) foi finalmente capturada pela Operação Bandeirantes e após ter sido presa confessou ter planejado minuciosamente o assassinato do Capitão Chandler e o assalto ao Quartel da Força Pública do Barro Branco, entre outros.
Passados 45 anos, essa mesma mulher, não mais usando exatamente as estratégias de terrorismos e arma nas mãos, mas sim uma caneta de Presidente da República do Brasil e a estratégia das pedaladas fiscais… Essa mesma Dona Vanda, Patrícia ou Luíza, que agora no poder usa o verdadeiro nome de Dilma, assalta os cofres da Caixa Econômica Federal, banco fundado em 1861 por Dom Pedro II. Mais um roubo do patrimônio público do povo brasileiro.
… E tem gente, que não conhece a história. Única desculpa para sair às ruas para defendê-la.
Essa mesma mulher, no governo de Lula assume a Presidência do Conselho de Administração da Petrobrás (até então, uma das mais sólidas e bem conceituadas empresas brasileiras), e graças a uma série de concessões, “desconhecimentos” e pela sistematização da corrupção e crime organizados durante sua gestão, a Petrobrás amargou um rombo de 42 BILHÕES ( a PETROBRAS reconheceu na semana que passou que o montante atual ultrapassa 100 Bilhões) de Reais. Mais um roubo do patrimônio público do povo brasileiro.
… E tem gente, que não conhece a história. Única desculpa para sair às ruas para defendê-la.
Em março de 2016, a terrorista e assaltante de bancos tenta impedir a prisão de um poderoso milionário e chefe de um cartel organizado, durante uma operação da Polícia Federal. Um homem que já desviou bilhões e bilhões de reais de um país carente de remédio, comida e educação. Mais um roubo do patrimônio público do povo brasileiro.
… E tem gente, que não conhece a história. Única desculpa para sair às ruas para defendê-la.
Mas, só conhece a história quem estuda… e a primeira coisa que a assaltante de bancos fez em seu 2º mandato foi cortar 10,5 bilhões da educação brasileira. Boa estratégia, pois se mantiver seu público eleitor sem acesso à educação, garantirá as próximas eleições ao PT (povo que o próprio Lula chama de “peões”). Sem leitura e educação, este ciclo poderá se perpetuar.
Mais um roubo do patrimônio público do povo brasileiro.
Se ainda não acredita nos fatos acima, estude para confirmar e tirar suas dúvidas e então, dar um basta ao roubo do teu patrimônio. “Isto sim que é um golpe.”

Estamos numa situação de vivência civil perigosíssima. O recrusdecimento dos assaltos a empresas de transportes de valores já mostra simbiose análoga ao clima político do período militar. Pouco dinheiro na praça, e nos cofres do desgoverno petista. Os movimentos sociais-criminosos braços armados do PARTIDO DOS TRABALHADORES, organização político-criminosa também conhecida como PT, precisam de grana. Muita grana para sua manutenção. No período de 64 em diante, DILMA ao lado dos “companheiros” usaram da mesma estratégia citada no post de autoria inominada publicada acima. Coincidência?

freiconvento

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s