Eduardo Cunha deixa no ar cheiro de Delação Premiada?

Seria caminho natural de quem é preso na Lava Jato, não fosse a “Omertá”,  pedra do caminho dos petistas. 

Eduardo Cunha não faz parte desse pactuoso silêncio dos cemitérios, cuja quebra decreta a pena de morte e arrasta de roldão para as tumbas perpétuas quem ousar testemunhar contra o PT. Caso emblemático que levou o ex-prefeito petista Celso Daniel a ser fuzilado mortalmente por abrir a boca e denunciar Lula e a troupe petiso-quadrilheira…

Cunha solto representa um poder paralelo mesmo fora da política oficial.  Preso, se agigantou e sevtransformou no fantasma que atormenta a vida política na Câmara Feďeral, e o sono de quantos lesaram o Erário burlando a lei vendendo benesses a empresários e auferiram indevida e corruptamente lucros das estatais brasileiras, incluído ele próprio. 

Delatando, pouco sobrará dos políticos congressistas, quiçá, da equipe ministerial e secretariado do presidente Michel Temer, o qual também sairá no mínimo chamuscado.

Eduardo Cunha ao mesmo em que é visto como um bandoleiro a serviço próprio, prestou um imenso serviço a nação ao por em pauta o IMPEACHMENT de Dilma Vana Rousseff. 

Serviço que continuará a ser prestado e de valor inestimável. Será visto mais tarde como o grande baluarte da limpeza sistêmica da corrupção brasileira, pelas denncias

Será visto mais tarde como o grande baluarte da limpeza sistêmica da corrupção brasileira, pelas denúncias que fará e fatalmente atingirá de morte os maus políticos e empresários que a despeito da Operação Lava Jato, teimam em continuar a lesar o Brasil.

FC

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s