MOVIMENTO LUTA POR MORADIA DIGNA (LMD) ASSALTAVA MORADORES DO PRÉDIO QUE DESABOU EM SÃO PAULO

Foi preciso que uma tragédia se instalasse no seio dos moradores para que a dura nua verdade viesse a domínio público

freiconvento

Há pelo menos mais 70 imóveis na mesma situação do “condomínio de luxo” que até ontem fora o Edifício Wilton Paes de Almeida. Nele os escroques fiéis escudeiros do PARTIDO DOS TRABALHADORES agiam com crudelidade  disfarçados como “braço social” dos Movimentos Para Invasão e Loteamento da Coisa Pública (e também da coisa alheia). Exigiam como se fosse milícia, pagamento sob pena de expulsão (quem sabe, de coisa pior), segundo moradores cerca de 120 famílias eram lesadas em sua economia, cujo valores oscilavam entre R$ 200,00 a R$ 500,00 por mês, quantias que os cabeças traquinas do LMD mentindo informaram que seria apenas de uma módica taxa de manutenção ao valor de apenas R$ 80,00.

Ainda é cedo para termos uma idéia mais próxima da realidade sobre o volume da podridão corrupta que sugava o sangue dos trabalhadores brasileiros e estrangeiros que tiveram a dignidade estraçalhada pelo vil movimento. Quis o destino que a tragédia acontecesse na madrugada de 1º de MAIO, dia universalmente consagrado a todos os trabalhadores.

FC

Anúncios

PT QUER IMPEDIR O STF DE TRANSMITIR SESSÕES E JULGAMENTOS AO VIVO

Parece mentira, mas é plena verdade. Um tal VICENTE CÂNDIDO, deputado federal pelo PT de São Paulo, cara de pau da pior espécie, o mesmo que no passado tentou emplacar a emenda LULA que proibiria qualquer candidato  de ser preso (leia-se LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA) oito meses antes das eleições.

freiconvento

Não é que o espertinho agora quer que a COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA DA CÂMARA vote projeto para impedir que a TV JUSTIÇA transmita ao vivo ou em vídeo, sessão e/ou julgamento.

Essa armação só encontra lastro na visão deturpada  petista no sentido de, se impedir a opinião pública do conhecimento das pautas do Tribunal, deixará de pressionar juízes psicologicamente ou via manifestações públicas e Redes Sociais.

Pelo visto o deputadozinho entende que o povo antolhado como jumento, e sendo relegado ao ostracismo político, tudo volte a ser como antes: corrupção grassante incontrolável a beneplácito do petismo.

Esquece o cândido azedo, ou nunca percebeu que comoção ou simples pública nunca foi motivo de demover ou obrigar juízes a cumprir os preceitos legais condenando ou absolvendo processados.

FC

MAIS UM BALAIO CORRUPTO CHEIO DE LADRÕES DA REPÚBLICA É DENUNCIADO AO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL PELA PROCURADORA RAQUEL DODGE

Pra não perder o bonde das vitrines criminosas mais um processo é instalado para brindar as estrelas petistas e demais cúmplices

freiconvento

Quem encabeça a lista como sempre é o arqui-criminoso LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA seguido da não menos nociva GLEISI HOFFMANN e seu marido a tiracolo PAULO BERNARDO, além do arrependidos ANTONIO PALOCCI e MARCELO ODEBRECHT, e no rabo da fila (ou fundo do balaio) o gato pingado LEONES DALL AGNOL ex-chefe de gabinete da mamadora fácil da grana do Erário já acima qualificada e presidente atual do PT, senadora GLEISI HOFFMANN.

A turma é barra pesadíssima. Os crimes imputados são corrupção passiva e ativa, corrupção ativa, e lavagem de dinheiro.

A denúncia foi encaminhada para o ministro Edson Fachim relator da OPERAÇÃO LAVA A JATO em virtude da senadora GLEISI HOFFMANN hiena de lingua ferina, nariz arrebitado, vida e palavra fácil, ter foro privilegiado.

FC

PROTESTO RADICAL SÓ VALE SE FOR PROMOVIDO PELO MST-PT

Aos poucos as investigações vão descobrindo a verdade sobre o ataque ao Acampamento Marisa Letícia em Curitiba

freiconvento

Executiva do PT na figura maléfica de GLEISI HOFFIMMAN apregoa que os acampados por motivo de injustiça contra o inocente EX-PRESIDENTE LULA, preso desde o dia 7 de abril, que foram atacados gratuitamente pela direita coxinha e exige instalação de “corte marcial” para os culpados.
Essa ilustríssima senhora de palavra e vida fácil à custa da corrupção que pactua e que defende o terrorismo e os terroristas petistas com língua ferina, nariz arrebitado, unhas e dentes afiados tem memória de curto prazo. Esqueceu que “justiça de ação sumária” é lugar comum no seu partido (PT) e nas coligações que mantém com o MST, Centrais Trabalhadoras, radicais do PC e PC do B, e outros;
Que durante o espetáculo deprimente apresentado antes do “meliante de Caetés” se entregar a POLÍCIA FEDERAL no dia 7 de abril um ex-vereador do PT extremista, juntamente com o filho brutamontes quanto o pai, espancaram sem chance de defesa um empresário na frente do SINDICATO onde LULA estava homiziado, que por muito pouco não morreu após ser jogado sob as rodas de um caminhão tendo sido ferido gravemente na cabeça por esse ato de tentativa de homícidio qualificado.
No sábado passado, segundo testemunhas conforme citou a polícia do Paraná, houvera um ataque verbal na forma de xingamentos em protesto àquele acampamento-turba defensor de LULA por um desconhecido que chegara num carro, contudo sem emprego de agressões físicas. Ato contínuo, os agredidos verbalmente passaram a atacar o carro do agressor verbal com fogos de artifícios e pedradas que danificaram uma lateral do veículo. Então mais alguns metros à frente, o motorista desceu do carro e nova reação dos acampados se fez. Apontaram e detonaram fogos diretamente no motorista, o qual, por sua vez voltou para o veículo gritando que voltaria para matar pessoas. Passados 15 minutos um homem chegou a pé no acampamento olhou para o aglomerado e gritou “perdeu” e disparou várias vezes, tendo atingido de raspão no pescoço um militante petista. Estilhaços estourados do vidro de um banheiro atingiram levemente uma mulher.
Esses são os fatos concretos. Não era para ter sido assim. Mas a reação dos lulistas que trocaram desmedidamente palavras por fogos e pedras redundou na reação que transformou o acampamento num “bunker” teatro de operação de guerra.

FC

GOVERNO PILANTROCRATA

Pilantrocrar:  verbo instituído nas entranhas da administração pública brasileira com incorporação especial dos políticos petistas, emedebistas e apaniguados; também correndo por fora com fôlego de chegar políticos do PSDB, PSB, PP, PR, PCB, PC do B, e demais partidos nanicos ou de porte médio. 

freiconvento

REPRISANDO: No Brasil de hoje continuamos a viver essa contradição histórica da política partidária, autorizada na amplitude dos votos solenes e democráticos, na forma do presidencialismo populista tupiniquim, que não difere muito do das outras nações do nosso hemisfério.

A presidência da república é pura autoridade de fachada

Quem elege não tem o retorno prometido nas campanhas; sobram-lhe tão somente os abusos de autoridade e do poder. O despotismo desmedido tem como base de apoio político as venalidades legislativas e as interpretações judiciárias muitas vezes perniciosas, malvadas e danosas nas suas aplicações: juízes de instâncias superiores em franco descumprimento da lei, pelo simples fato de não aceitarem uma ou outra nova legislação promulgada.

Atingem sistemas corrompidos, parentes, amigos e chegados

Não bastasse, temos um legislativo entremeado de corruptos, a barganhar servilismos e abjeções, impróprias para qualquer casa honesta, mais ainda para a casa do povo. Assim vamos chegando ao estopim do barril de pólvora, o qual para nossa sorte ainda está um tanto úmido. Todavia, aqui e ali, artefatos “foguísticos” já iluminam o céu, e as estrelas que respingam as cumeeiras dos barracões, dos prédios, das casas, das instituições, são as fagulhas das explosões que aqui e ali vão vitimando o povo e ferindo ainda mais a sociedade civil.

Os verbos pilantrocráticos das safadezas administrativas governamentais despudoradas e infames são conjugados pelas mais altas autoridades, as quais só enxergam as mazelas como objeto maléfico advindo da sociedade antipetista, ou da oposição política. Não é. Falta aos políticos da situação, e também a alguns oposicionistas, vergonha e coragem moral. Não cabe, sequer, meia-culpa.

A corrupção política, ativa de fato, tem origem em quem comanda sistemas passíveis desse mal

Ao contrário dos pilantrocratas, no povo, a parcela corruptível é mínima e não tem poder de barganha, a não ser na hora da cooptação voto pagável multifacetadamente na sua forma. Se um indivíduo do povo “engolir” uma isca corrompida, terá a probabilidade maior de ser içado por garatéias vermelhas ou à sua ordem. Já corrompido ele não terá permissão para retornar à decência. A curva dos anzóis para os arrependidos apontará para morticínio sob lápides gélidas.

Governantes elegem como meta erradicar a pobreza do reino do faz-de-conta, no contraponto da pobreza real: a pobreza da fome e da miséria total

No entanto, pobreza não é fator de degradação moral, nem fonte pétrea de corrupção. Mau caráter, sim. É fruta da vez nas hostes dos maus políticos, do amoralismo do presidente da república ao mais reles vereador, passando por nomeados na esfera da administração pública. Esquecem que, a despeito das vendas dos olhos da população, tanto suor, sofrimento e lágrimas, a vida segue inexorável. A vida nesse sentido é a sociedade em forma de vulcão adormecido, mas despertando lentamente. Pode explodir ou implodir a qualquer momento, com efeitos os mais variados. Detona a situação e a oposição. Implode o povo pró-governo por decepção, e explode o povo contra-governo, por reação. Lança petardos para todos os lados. Os intestinos se misturam, a vida se esvai em banho de sangue.

Terminará, fatalmente, como em qualquer exceção política anti-povo ao longo da história das civilizações; sob banho que não será de lua… consequência indesejável que não cede a rogos, a se manter a sordidez do perfil dos nossos governantes.

 

FC.

VIDA SEXUAL DOS PAPAS (republicando)

por Janer Cristaldo

De um bom amigo, recebi esta sinopse, feita por Rosa Ramos, do livro do jornalista italiano Eric Frattini:

São mais de 300 páginas com centenas de histórias pouco santas sobre a vida sexual dos papas da Igreja Católica. O livro do jornalista Eric Frattini, recém-chegado às livrarias portuguesas e editado pela Bertrand, percorre, ao longo dos séculos, a intimidade secreta de papas e antipapas, mas não pretende causar “escândalo”. Apenas “promover uma reflexão sobre a necessária reforma da Igreja ao longo dos tempos”.

No livro Os Papas e o Sexo há de tudo. Desde papas violadores e zoofílicos a papas homossexuais e fetichistas, além de santos padres incestuosos, pedófilos ou sádicos, passando por papas filhos de papas e papas filhos de padres.

Alguns morreram assassinados pelos maridos das amantes em pleno acto sexual. Outros foram depostos do cargo, julgados pelas suas bizarrias sexuais e banidos da história da Igreja. Outros morreram com sífilis, como o Papa Júlio II, eleito em 1503, que ficou na história por ter inventado o primeiro bordel gay de que há memória.

Bonifácio IX deixou 34 filhos, a que chamava, carinhosamente, de “adoráveis sobrinhos”. Martinho V encomendava contos eróticos, que gostava de ler no recolhimento do seu quarto.

Paulo II era homossexual e Listo IV, que cometeu incesto com os sobrinhos, bissexual. Inocêncio VIII reconheceu todos os filhos que fez e levou-os para a Santa Sé. Um deles tornou-se violador. João XI (931-936) cometeu incesto com a própria mãe, violava fiéis e organizava orgias com rapazes.

Sérgio III teve o infortúnio de se apaixonar por mãe e filha e não esteve com meias medidas: rendeu-se à prática da ménage à trois. Bento V só esteve no Governo da Igreja 29 dias, por terdesonrado uma rapariga de 14 anos durante a confissão. Depois de ser considerado culpado, fugiu e levou boa parte do tesouro papal consigo.

João XIII era servido por um batalhão de virgens, desonrou a concubina do pai e uma sobrinha e comia em pratos de ouro enquanto assistia a danças de bailarinas orientais. Os bailes acabaram quando foi assassinado pelo marido de uma amante em pleno acto sexual. Silvestre II fez um pacto com o diabo. Praticava magia. Acabou envenenado.

Dâmaso I, que a Igreja canonizou, promovia homens no ciclo eclesiástico, sendo a moeda de troca poder dormir com as respectivas mulheres. Já o Papa Anastácio, que tinha escravas, teve um filho com uma nobre romana, que se viria a tornar no Papa Inocêncio I (famoso pelo seu séquito de raparigas jovens). Pai e filho acabaram canonizados.

Leão I era convidado para as orgias do Imperador, mas sempre se defendeu, dizendo que ficava só a assistir. Mesmo assim, engravidou uma rapariga de 14 anos, que mandou encerrar num convento para o resto da vida. Bento VIII morreu com sífilis e Bento IX era zoófilo. Urbano II criou uma lei que permitia aos padres terem amantes, desde que pagassem um imposto.

Alexandre III fazia sexo com as fiéis a troco de perdões e deixou 62 filhos. Foi expulso, mas a Igreja teve de lhe conceder uma pensão vitalícia, para poder sustentar a criançada.

Gregório I gostava de punir as mulheres pecadoras, despindo-as e dando-lhes açoites.Bonifácio VI rezava missas privadas só para mulheres e João XI violou, durante quatro dias, uma mãe e duas filhas. Ao mesmo tempo.

1. João Paulo II
Acusado de ter um filha secreta

Em 1995, o norte-americano Leon Hayblum escrevia um livro polémico, em que dizia ser pai da neta de João Paulo II. Durante a oupação nazi da Polónia, Wojtyla terá casado, secretamente, com uma judia. Do enlace nasceu uma rapariga, que o próprio pai entregou, com seis semanas, a um convento local. No seu pontificado especulou-se muito sobre as namoradas que teve antes do sacerdócio. O papa admitiu algumas, mas garantiu nunca ter tido sexo. No Vaticano, fazia-se acompanhar por uma filósofa norte-americana, Anna Teresa Tymieniecka, com quem escreveu a sua maior obra filósofica. Acabaram zangados um com o outro, supostamente por ciúmes.

2. Paulo VI
Homossexual?

Assim que chegou ao Vaticano, Paulo VI mostrou-se muito conservador em relação às matérias ligadas à sexualidade. Em 1976, indignado com as declarações homofóbicas de Paulo VI, um historiador e diplomata francês, Roger Peyrefitte, contou ao mundo que, afinal, o Papa era homossexual e manteve uma relação com um actor conhecido. O escândalo foi tremendo: Paulo VI negou tudo e o Vaticano chegou a pedir orações ao fiéis do mundo inteiro pelas injúrias proferidas contra o Papa. Paulo VI morreu em 1978, aos 81 anos, depois de 15 pontificado, vítima de um edema pulmonar causado, em boa parte parte, pelos dois maços de cigarros que fumava por dia.

3. Inocêncio X
Amante da cunhada

Eleito no conclave de 1644, Inocêncio X manteve uma relação com Olímpia Maidalchini, viúva do seu irmão mais velho – facto que lhe rendeu o escárnio das cortes da Europa. Inocêncio X não era, aliás, grande defensor do celibato. Olímpia exercia grande influência na Santa Sé e chegou a assinar decretos papais. A dada altura, o papa apaixonou-se por outra nobre, Cornélia, o que enfureceu Olímpia. Mesmo assim, foi a cunhada quem lhe valeu na hora da morte e quem assegurou o funcionamento do Vaticano quando Inocêncio estava moribundo. Quando morreu, em 1655, Olímpia levou tudo o que pôde da Santa Sé para o seu palácio em Roma, com medo de que o novo Papa não a deixasse ficar com nada.

4. Leão X
Morreu de sífilis

Foi de maca para a própria coroação, por causa dos seus excessos sexuais. Depois de Júlio II ter morrido de sífilis, em 1513 chega a papa Leão X, que gostava de organizar bailes, onde os convidados eram somente cardeais e onde jovens de ambos os sexos apareciam com a cara coberta e o corpo despido. O papa gostava de rapazes novos, às vezes vestia-se de mulher e adorava álcool. “Quando foi eleito tinha dificuldade em sentar-se no trono, devido às graves úlceras anais de que sofria, após longos anos de sodomia”, escreve Frattini. Estes e outros excessos levaram Lutero a afixar as suas 95 teses – que lhe garantiram a excomunhão em 1521. Leão X morreu com sífilis aos 46 anos.

5. Alexandre VI
O insaciável

Gostava de orgias e obrigou um jovem de 15 anos a ter sexo com ele sete vezes no espaço de uma hora, até o rapaz morrer de cansaço. Teve vários filhos, que nomeou cardeais. Assim que chegou ao Papado, em 1431, trocou a amante por uma mais nova, Giulia. Ela tinha 15 anos, ele 58. Foi Alexandre VI quem criou a célebre Competição das Rameiras. No concurso, o papa oferecia um prémio em moedas de ouro ao participante que conseguisse ter o maior número de relações sexuais com prostitutas numa só noite. Depois de morrer, o Vaticano ordenou que o nome de Alexandre VI fosse banido da história da Igreja e os seus aposentos no Vaticano foram selados até meados do século XIX.

6. João XXIII
Violou irmãs e 300 freiras

Não aparece na lista oficial de papas e acabou preso em 1415. O antipapa conseguia dinheiro a recomendar virgens de famílias abastadas a conventos importantes. Mas violava-as antes de irem. Tinha um séquito de 200 mulheres, muitas delas freiras. Criou um imposto especial para as prostitutas de Bolonha. Tinha sexo com duas das suas irmãs. Defendia-se, dizendo que não as penetrava na vagina e que por isso não cometia nenhum pecado. Foi julgado, acusado de 70 crimes de pirataria, assassinato, violação, sodomia e incesto. Entre outros factos, o tribunal deu como provado que o Papa teve sexo com 300 freiras e violou três das suas irmãs. Foi deposto do cargo e preso. Voltou ao Vaticano, anos mais tarde, como cardeal.

7. Bento IX
Sodomizava animais

Chegou a papa em 1032 com 11 anos. Bissexual, sodomizava animais e foi acusado de feitiçaria, satanismo e violações. Invocava espíritos malignos e sacrificava virgens. Tinha um harém e praticava sexo com a irmã de 15 anos. Gostava, aliás, de a ver na cama com outros homens. “Gostava de a observar quando praticava sexo com até nove companheiros, enquanto abençoava a união”, escreve Eric Frattini. Convidava nobres, soldados e vagabundos para orgias. Dante Alighieri considerou que o pontificado de Bento IX foi a época em que o papado atingiu o nível mais baixo de degradação. Bento IX cansou-se de tanta missa e renunciou ao cargo para casar com uma prima – que o abandonaria mais tarde.

8. Clemente VI
Comprou bordel

Em 1342, com Clemente VI chega também à Igreja Joana de Nápoles, a sua amante favorita. O papa comprou um “bordel respeitável” só para os membros da cúria – um negócio, segundo os documentos da época, feito “por bem de Nosso Senhor Jesus Cristo”. Tornou-se proxeneta das prostitutas de Avinhão (a quem cobrava um imposto especial) e teve a ideia de conceder, duas vezes por semana, audiências exclusivamente a mulheres. Recebia as amantes numa sala a poucos metros dos espaços em que os verdugos da Inquisição faziam o seu trabalho. No seu funeral, em Avinhão, foi distribuído um panfleto em que o diabo em pessoa agradecia ao Papa Clemente VI porque, com o seu mau exemplo, “povoara o inferno de almas”.

9. Xisto III
Violou freira e foi canonizado

Obcecado por mulheres mais novas, foi acusado de violar uma freira numa visita a um convento próximo de Roma. Enquanto orava na capela, o papa, eleito em 432, pediu assistência a duas noviças. Violou uma, mas a segunda escapou e denunciou-o. Em tribunal, Xisto III defendeu-se, recordando a história bíblica da mulher que foi apanhada em adultério. Perante isso, os altos membros eclesiásticos reunidos para condenar o papa-violador não se atreveram a “atirar a primeira pedra” e o assunto foi encerrado. Xisto III foi, aliás, canonizado depois de morrer. Seguiu-se-lhe Leão I, que também gostava de mulheres mais novas e que mandou encarcerar uma rapariga de 14 anos num convento, depois de a engravidar.

10. João XII
Morto pelo marido da amante

 

FC

Vamos rir um pouco: plano de ação cabeça chata

Hoje 28/04/18 vi um post do freiconvento (texto de autoria desconhecida) republicado em 23/08/2011 pelo blog CONEXÃO REGIONAL sob o título: ” Blog político faz ´piada´ com plano onde população, cultura, personagens e tradição cearenses se espalharão ainda mais pelo Brasil e o Mundo.” 

Navegando pela internet, acessei de repente um blog político por nome: ´Frei Convento – Brigada Contra a Corrupção Brasileira´ com o seguinte texto na íntegra:

Plano de Ação Cearense! 

Todo mundo sabe que os cearenses estão por toda parte. Em geral, o cearense é aquele sujeito baixinho que é o guardador de carro em São Paulo, o chefe de um restaurante na Madison em Nova York, o designer que bolou o logo da Eurocopa em Portugal, ou mesmo um borracheiro no interior da China.

O que pouca gente sabe é que, na verdade, isso é uma bem arquitetada jogada que visa plantar gente nossa em postos-chave da administração mundial. Quando estivermos prontos, será deflagrada a grande tomada de poder e meu conselho é que você fique imediatamente amigo ou amante de um cearense.

Tomaremos o poder a partir de uma senha pré-estabelecida, que só um cearense saberá o significado oculto. Aos berros de ´Queima Raparigal!´ as hostes de cabeças-chatas invadirão os parlamentos e palácios, além de todos os jornais e redes de TV do mundo livre.

Ninguém desconfiaria que Francisco das Chagas, o Chiquim, humilde faxineiro da CNN (futura afiliada da TV Diário), na verdade, é um professor do ITA que rapidamente conectará a rede de Atlanta para nossos propósitos.

Invadiremos e tomaremos o Estado de Pernambuco, vamos dinamitar a nossa refinaria que eles roubaram e vamos construir outra lá no Pecém; também vamos extinguir os times Náutico, Santa Cruz e Sport Recife.

Elegeremos um papa cearense, Raimundo I, que canonizará Padre Cícero e determinará que, daí por diante, em todas as igrejas católicas a hóstia seja feita com macaxeira, farinha, rapadura, alternadamente ou os três ingredientes juntos.

O vinho será uma cachacinha de primeira misturada com ´Q-SUCO´de uva. Essa simples bula papal fará com que a economia do Ceará dê um salto.

Nas artes plásticas, as garrafinhas com areia colorida, os quadros de Xico da Silva e as esculturas de Zé Pinto irão ocupar alas e alas do Louvre.

O novo Secretário Geral da ONU será Seu Lunga, que resolverá o conflito Israel/Palestina. Nas suas palavras: ´Magote de fio d´uma égua, bando de mulambeiros, a terra é seca do mesmo jeito e o mar é da mesma cor. Deixem de botar boneco que vocês nem vão notar a diferença e o Ceará ainda é maior que aquela tripinha de Gaza´.

As aberturas das novelas globais terão como trilha sonora os seguintes temas: novela das 06h, Belchior, das 07h, Raimundo Fagner, das 08h, Aviões do Forró.

Vamos aperfeiçoar o Oscar. Bolaremos uma categoria que premiará o melhor filme de cangaço, melhor cena de amor numa jangada e melhor mocotó.

O cruzamento mais famoso do Brasil não mais será ´Ipiranga com Av. São João´e sim Barão do Rio Branco com Liberato Barroso.

O jornal do 10 será transmitido para todo o mundo com as seguintes noticias: *
O rodeio será substituído pela vaquejada;
Garota de Ipanema por Garota da Barra do Ceará;
Praia de Copacabana por Praia do Futuro;
Fla x Flu por Ceará e Fortaleza,
Real Madrid por Ferroviário;
Disneylândia por Beach Park;
Escolas de samba por quadrilhas juninas;
Chiclete com banana por Mastruz com Leite; e a 25 de março será o Beco da Poeira.

Colocaremos alguns cearenses nas presidências dos principais países como:
França: Cid Gomes;
Cuba: Inácio Arruda;
Argentina: Débora Soft (eu quero mais é que a Argentina se exploda).

A primeira ministra da Inglaterra será Patrícia Gomes. E o presidente dos EUA será Eunício Oliveira.

A capital do Brasil será Fortaleza. A capital do mundo ainda será Nova York, mas a gente vai rebatizá-la de Nova Quixeramobim e vamos trocar aquela estátua cafona por uma enorme estátua da Índia de Iracema.

Não vejo como o plano possa falhar, pois cada vez mais nossos agentes se espalham pelo Brasil e pelo mundo todo.

Só nos resta esperar, de preferência no fundo de uma rede, enquanto as engrenagens giram por si.

Adeus e até a vitória!

Saudações cearenses!!! E que nosso Padim Pade Ciço teje com todos nós!!!”

Na verdade, não sei se concordarão com o pensamento do autor deste texto que não assinou a sua ´obra´ más que na minha opinião, é muito interesante provando assim que nós Cearenses, ´cabra da peste´ somos por demais inteligentes, batalhadores e que aos pouquinhos estamos nos destacando por este mundo a fora.

Miséria.

 

http://conexaoregional.blogspot.com.br/2011/08/blog-politico-faz-piada-com-plano-onde.html